Gall001

Gall001
As festividades em comemoração a Independência do Brasil começaram em frente à Prefeitura de Botucatu, às 7h30 da manhã. Os atiradores do Tiro de Guerra abriram a solenidade com a apresentação da tropa ao Prefeito Mário Pardini. O grupo de escoteiros Padre de Anchienta fez o hasteamento da Bandeira Brasileira, enquanto a Corporação Damião Pinheiro Machado tocou o Hino Nacional.

 

Dr. Humberto Miggiolaro, membro da academia botucatuense de letras, foi o orador oficial deste ano e discursou sobre os 195 anos da Independência do Brasil. Em seu pronunciamento, ele lembrou o momento histórico que a data representa. O Prefeito Mario Pardini destacou que é tempo de enfrentar essa fase com muita honestidade e espírito público.

“Este é um dia importantíssimo para a nação brasileira. O ato cívico e o desfile já são tradicionais em nossa Cidade e é muito bonito ver todo mundo participando da festividade. Espero continuar comemorando pelos próximos anos, não apenas a Independência do Brasil, mas também as conquistas de Botucatu”, afirmou o Prefeito Mário Pardini.

A solenidade também contou com a participação de autoridades da cidade, como Secretários Municipais, Vereadores, representantes das Polícias Militar e Civil, Guarda Municipal, entre outras entidades.

Rua Amando de Barros

Após o ato cívico, foi realizado do desfile de instituições e escolas da Cidade na Rua Amando de Barros, no Centro. O Prefeito Pardini, junto com as autoridades municipais, acompanhou o desfile de uma plataforma em frente à Praça do Bosque.

“O desfile, para nossas escolas, não é um ato e um momento somente. Ele é resultado de todo um processo educacional desenvolvido em sala de aula, que estimula a parte social e politica das crianças”, explicou Valdir Paixão Júnior, Secretário Municipal de Educação;

As forças de segurança abriram as festividades, com a passagem das viaturas das Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal e SAMU. A Banda Municipal realizou uma apresentação especial.

Em seguida, 54 entidades assistências, projetos e escolas desfilaram pela Amando de Barros. As escolas trouxeram para a rua apresentações de dança, bandas, além de seus alunos. O desfile se encerrou com apresentação de veículos antigos e uma cooperativa de táxi.