prefeitura MobileO prazo de suspensão dos atendimentos presenciais das repartições públicas municipais foi prorrogado. A medida, que tem como objetivo evitar aglomerações nos prédios da Prefeitura e evitar o risco de contágio do coronavírus da população, seguirá até o próximo dia 31 de maio.

Desde que as aulas presenciais da Rede Municipal de Ensino foram interrompidas em 23 de Março, devido à necessidade do distanciamento social, a Secretaria Municipal de Educação está desenvolvendo atividades domiciliares, com o objetivo de proporcionar a seus alunos a continuidade do aprendizado.

prefeitura MobileA Prefeitura de Botucatu, através do decreto de nº 11.981, prorroga até o dia 15 de maio a suspensão dos atendimentos presenciais das repartições públicas municipais. Desde o último dia 23 de março, os prédios municipais estão fechados para o atendimento ao público, em decorrência da prevenção do contágio da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Nova SME 1A Prefeitura de Botucatu dá mais um passo importante na redução de despesas com a mudança de prédio da Secretaria Municipal de Educação. A Secretaria, que até o final de abril atendia atrás da Catedral Metropolitana, no Centro Histórico, será transferida para um prédio modernizado na antiga área de Manutenção de Locomotivas da extinta Fepasa.

escola aulaCom a suspensão das aulas presenciais em 23 de março, ao ser adotado pelo Município o distanciamento social, através do decreto 11.939/2020, a Secretaria Municipal de Educação vem desenvolvendo trabalho pedagógico on-line, com o intuito de proporcionar a seus alunos a continuidade do aprendizado, mantendo o vinculo estudantil ainda mais forte, principalmente com o auxilio dos pais ou responsáveis. 

A Secretaria Municipal de Educação esclarece que o atendimento a ser prestado nos Centros de Educação Infantil: Claudeval Luciano da Silva, e, se necessário, Prof. Ruy Amado Piozzi será gerido por Instituições Parceiras da Secretaria de Educação: Associação El Shaddai e Instituto Anglicano.

crecheA partir da próxima segunda-feira, 04 de maio, as creches do Comércio, o CEI Ruy Amado Piozzi na Vila dos Lavradores, e o CEI Claudeval Luciano da Silva no Centro, passarão a atender em caráter emergencial alunos de zero a 3 anos, exclusivamente filhos de pais trabalhadores no comércio.

Subcategorias